Categorias

Arquivo

Tweets

Parceiros

FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

Com o FacPlan, você tem as ferramentas que precisa para  aperfeiçoar o relacionamento com os clientes, reduzir custos e melhorar seu...
FacCred - Software para Instituições Financeiras

FacCred - Software para Instituições Financeiras

O FacCred é um software integrado de gestão empresarial ERP, desenvolvido para automatizar de forma flexível, segura e altamente ...
Ouvidorias  - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Ouvidorias - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Você sabe o que é a RN 323? A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) determina através da Resoluç&atil...
ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

  A Troca de Informações na Saúde Suplementar - TISS foi estabelecida como um padrão obrigatório para as tro...
Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Seguindo uma forte tendência na área de produtos e serviços de TI para empresas, a Fácil Informática está ofe...
 FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

O seu software vira outro tipo de sistema quando você mais precisa? Auge das vendas, equipes a todo vapor e na hora H ele não funciona c...
A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A  sua agência de turismo opera câmbio vende/compra moeda ou cartão pré-pago de viagem?   O Banco Central do Bra...
FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

O FacGeo é uma ferramenta desenvolvida para o atendimento à Resolução Normativa (NR) 285 da ANS, que permite a divulga&cce...
Fácil Informática no Sinplo 2014

Fácil Informática no Sinplo 2014

A 9ª edição do SINPLO - Simpósio Internacional de Planos Odontológicos e Feira de Negócios para as operado...

Cenário exige instrumentos regulatórios cada vez mais rígidos

A boa administração de uma atividade econômica cujo capital principal é a confiança do público implica, necessariamente, manter mecanismos de monitoramento tempestivo dos processos de controle e supervisão da conformidade a leis, regras e regulamentos, externos e internos. Mais ainda hoje em dia, quando, se por um lado temos uma expansão exponencial do crédito dando suporte ao crescimento da economia brasileira, por outro lado as recentes turbulências na economia mundial têm exigido a produção de um vasto acervo de instrumentos regulatórios cada vez mais rígidos, afirmou o presidente da Federação Brasileira de Bancos – FEBRABAN, Murilo Portugal, hoje, na abertura do 13º Congresso de Auditoria Interna e Compliance.

Murilo Portugal citou como exemplo desse cenário pós-crise um levantamento da agência Thomson Reuters feito no final do ano passado, que acusou 14.215 alterações regulatórias, ou algo como 60 regras novas por dia útil em um ano. Número que representa um aumento de 16% sobre os dados do ano de 2010, quando a Thomson Reuters apurou um total de 12.179 mudanças regulatórias no mundo.

A maior parte dessas normas vem dos Estados Unidos. Mas dada a presença de bancos norte-americanos no mundo e bancos do mundo nas praças norte-americanas, é comum a legislação norte-americana extravasar sua jurisdição e impactar a maioria dos países, mesmo quando não se trata de uma legislação claramente transfronteiras, como o FATCA, mas iniciativas tipicamente domésticas, como a Lei Dodd-Frank, observou o presidente da FEBRABAN.

“Essa e outras regulamentações americanas estão se espalhando pelo mundo, assim como nos bancos brasileiros, que estão presentes em diversos países. Esse movimento vai exigir que as instituições tenham equipes cada vez mais completas para analisar o impacto dessas legislações no Brasil”, disse Portugal.

O executivo, durante a abertura do congresso, também lembrou o papel fundamental dos bancos, que além de prestarem serviços a população, exercem funções essenciais para o desenvolvimento do País, “proteger e rentabilizar a poupança para a sociedade, ajudar a operacionalizar o sistema de pagamento de forma rápida, eficiente e segura, e os bancos brasileiros, estão aptos e para seguir com essa responsabilidade”, finalizou.

Fonte: Febraban - 07/05/12

Share

Comment function is not open