Categorias

Arquivo

Tweets

Parceiros

Sua empresa já se preparou para os impactos da LGPD?

Sua empresa já se preparou para os impactos da LGPD?

Live interativa e gratuita: 22 de outubro de 2020, das 14h30 às 16h. Clique para saber mais.
FacCred - Software para Instituições Financeiras

FacCred - Software para Instituições Financeiras

O FacCred é um software integrado de gestão empresarial ERP, desenvolvido para automatizar de forma flexível, segura e altamente ...
FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

Com o FacPlan, você tem as ferramentas que precisa para  aperfeiçoar o relacionamento com os clientes, reduzir custos e melhorar seu...
Ouvidorias  - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Ouvidorias - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Você sabe o que é a RN 323?A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) determina através da Resolução...
FacRegulação

FacRegulação

Configuração de múltiplos fluxos de regulação.
FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile + FacCredO FacMobile cria a conexão perfeita entre as instituições financeiras e seus associados/clientes. Uma ferramen...
A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A  sua agência de turismo opera câmbio vende/compra moeda ou cartão pré-pago de viagem? O Banco Central do Brasil ...

Abramge contesta política de ressarcimento SUS

O artigo 32 da lei 9656, que prevê o ressarcimento ao Sistema Único de Saúde (SUS) pelos planos, é contestado pelas entidades representativas da saúde suplementar. "A constituição diz que a saúde é um direito de todos e um dever do Estado. Portanto, o consumidor não pode pagar duas vezes pela assistência", afirma o Chefe da Assessoria Jurídica da Associação Brasileira de Medicina de Grupo, Dagoberto Lima.

A lógica é simples. A cobrança da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) referente ao ressarcimento SUS impacta os custos das operadoras que acabam aumentando seus preços para o consumidor final. Para Lima, a ANS foi arbitrária ao definir tabela única para procedimentos médicos.

"O valor para o ressarcimento é sempre superior aos reais gastos", explica Lima durante a 6º Jornada Jurídica de Saúde Suplementar. Em entrevista à Saúde TV, o advogado também faz menção às irregularidades das cobranças.

"Ao avaliar a cobrança para contestá-la muitas vezes identificamos pedidos de ressarcimentos fraudulentos cobrados do poder público. Ou seja, o Datasus pagou o prestador por um procedimento que não existiu. Acabamos sendo auditores públicos", ressalta.

Fonte: Plurall - 17/05/11

Related

Share