Categorias

Arquivo

Tweets

Parceiros

FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile + FacCred O FacMobile cria a conexão perfeita entre as instituições financeiras e seus associados/clientes. Uma fe...
FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

Com o FacPlan, você tem as ferramentas que precisa para  aperfeiçoar o relacionamento com os clientes, reduzir custos e melhorar seu...
FacCred - Software para Instituições Financeiras

FacCred - Software para Instituições Financeiras

O FacCred é um software integrado de gestão empresarial ERP, desenvolvido para automatizar de forma flexível, segura e altamente ...
Ouvidorias  - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Ouvidorias - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Você sabe o que é a RN 323? A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) determina através da Resoluç&atil...
ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

  A Troca de Informações na Saúde Suplementar - TISS foi estabelecida como um padrão obrigatório para as tro...
Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Seguindo uma forte tendência na área de produtos e serviços de TI para empresas, a Fácil Informática está ofe...
 FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

O seu software vira outro tipo de sistema quando você mais precisa? Auge das vendas, equipes a todo vapor e na hora H ele não funciona c...
A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A  sua agência de turismo opera câmbio vende/compra moeda ou cartão pré-pago de viagem?   O Banco Central do Bra...
FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

O FacGeo é uma ferramenta desenvolvida para o atendimento à Resolução Normativa (NR) 285 da ANS, que permite a divulga&cce...

Cenário para 2011 é desafiador, mas oportuno

O ano de 2010 foi bastante positivo para o setor de saúde suplementar. Enquanto em 2009, o aumento da frequência impulsionou o crescimento da sinistralidade, cenário visto durante a crise financeira global, neste exercício, a realidade voltou ao normal e o aumento dos custos foi menor.

Na visão da diretora-executiva da Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNSeg), Solange Beatriz, o setor precisa utilizar melhor a medicina conforme os recursos disponíveis. E o foco assistencial, prioridade da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), é, segundo ela, um bom instrumento de gestão. "Não é uma ação percebida de imediato, mas o caminho é este", resume ela, que ressalta: "Temos de analisar medidas para incorporar um maior número de pessoas à saúde suplementar".

O cenário de 2011 é mais desafiador. A principal explicação é o desempenho da economia brasileira. Como em 2009 o crescimento foi negativo, este exercício foi mais propício para melhorar índices como emprego, vendas e, consequentemente, a demanda por planos de saúde. "O ano de 2011 será no mínimo mais difícil. O Brasil vai crescer de outro jeito, fazendo com que menos gente contrate planos de saúde", raciocina o advogado Antonio Penteado Mendonça.

Segundo ele, o grande desafio para o setor é definir seu foco de atuação e suas metas a serem alcançadas. "Do jeito que está, não está bom. Os planos estão com preço muito baixo. As operadoras têm uma grande lição de casa pela frente, pois quando elas tentarem consertar, vão parar de vender", explica.

Além do mais, muitos usuários que estavam no período de carência, terão em 2011, essa barreira quebrada, empurrando para cima o índice de sinistralidade. Na opinião de Mendonça, é hora do setor conversar junto. "Para o mercado obter um crescimento sustentável a médio prazo, a lei de planos de saúde tem de passar por uma revisão profunda. Estão sendo tomadas ações só para tapar buraco e não para resolver o problema", alerta ele.

As mudanças da pirâmide etária brasileira podem ajudar a minimizar este cenário, na visão de Jorge André, diretor da Unimed Paulistana. Para o executivo, elas trazem vários impactos na economia, como uma busca maior por educação e saúde de qualidade. "A demanda pelo bem-estar será ainda maior, o que promoverá um crescimento significativo da parcela da população com planos de saúde", projeta ele.

Outra tendência para o ano que vem é a manutenção de fusões e aquisições no setor de saúde. De acordo com o diretor comercial da Amil, Fernande Félix, o mercado está se estruturando. "O setor ainda é muito pulverizado, com vários concorrentes pequenos. Assim como ocorreu nos bancos e nos hipermercados, este movimento de concentração passará pelas operadoras e também pelas corretoras", prevê.

Planos odontológicos

Para Antonio Penteado Mendonça, o que tem camuflado o crescimento pífio do setor de assistência médica é a comercialização de planos odontológicos. Dados da ANS mostram que o mercado de planos médicos atingiu em junho de 2010 um total de 44 milhões de beneficiários e 6,1% de crescimento anual, ao passo que o setor de planos odontológicos contou com 13,6 milhões de beneficiários e expansão de 15,2% em 12 meses.

"O novo público consumidor, formado por participantes das classes C e D, passou a ter acesso ao beneficio odontológico, trazendo ainda mais dinamismo aos planos individuais e familiares", confirma Renato Velloso Dias Cardoso, diretor de desenvolvimento de mercado da OdontoPrev. Segundo ele, a diversificação regional também é favorável ao mercado odontológico. Hoje, 65% dos usuários dos planos dentais estão na região Sudeste, existindo potencial a ser desenvolvido nas demais localidades.

Fonte: Plurall - 07/01/11

Share

Comment function is not open