Categorias

Arquivo

Tweets

Parceiros

FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile + FacCred O FacMobile cria a conexão perfeita entre as instituições financeiras e seus associados/clientes. Uma fe...
FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

Com o FacPlan, você tem as ferramentas que precisa para  aperfeiçoar o relacionamento com os clientes, reduzir custos e melhorar seu...
FacCred - Software para Instituições Financeiras

FacCred - Software para Instituições Financeiras

O FacCred é um software integrado de gestão empresarial ERP, desenvolvido para automatizar de forma flexível, segura e altamente ...
Ouvidorias  - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Ouvidorias - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Você sabe o que é a RN 323? A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) determina através da Resoluç&atil...
ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

  A Troca de Informações na Saúde Suplementar - TISS foi estabelecida como um padrão obrigatório para as tro...
Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Seguindo uma forte tendência na área de produtos e serviços de TI para empresas, a Fácil Informática está ofe...
 FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

O seu software vira outro tipo de sistema quando você mais precisa? Auge das vendas, equipes a todo vapor e na hora H ele não funciona c...
A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A  sua agência de turismo opera câmbio vende/compra moeda ou cartão pré-pago de viagem?   O Banco Central do Bra...
FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

O FacGeo é uma ferramenta desenvolvida para o atendimento à Resolução Normativa (NR) 285 da ANS, que permite a divulga&cce...

Cooperativas médicas reclamam de tributação elevada

Em audiência pública para debater a viabilidade econômica dos planos de saúde das cooperativas médicas, o presidente da Federação das Unimeds do Estado de São Paulo, Humberto Jorge Isaac, reclamou do que classifica como tributação excessiva sobre as cooperativas e da “judicialização da medicina”.

Durante a reunião, promovida pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio, ele disse que as cooperativas pagam 3,65% de PIS e Cofins e 2% a 5% de INSS, além do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica.

Outro problema que preocupa as cooperativas médicas, de acordo com Isaac, é a autorização, pela Justiça, de procedimentos sem respaldo contratual e a inclusão de procedimentos em contratos já vigentes. Ele argumentou que, apesar do aumento dos custos, as operadoras não podem reajustar as mensalidades para cobrir o novo rol de procedimentos.

Humberto Isaac ressaltou ainda que a receita anual das cooperativas com planos de saúde é de R$ 21,1 bilhões. Já as despesas assistenciais são de R$ 17,3 bilhões, valor que considera muito elevado.

Tratamento diferenciado

Para o presidente da Confederação Nacional das Cooperativas Médicas (Unimed) do Brasil, Eudes Aquino, as cooperativas precisam de tratamento diferenciado, pois pagam impostos que antes só eram arcados pelas empresas mercantis. Isso, segundo ele, deve ser revisto.

Na avaliação do presidente da Federação Intrafederativa Nordeste Paulista da Unimed, Domingos Lavecchia, os reajustes são insuficientes para cobrir o aumento dos custos assistenciais. Ele disse que o reajuste de maio de 2007 foi de 5,76%, enquanto a variação dos custos assistenciais das operadoras entre 2006 e 2007 foi de 9,16%. O aumento dos custos está relacionado principalmente à aquisição de novas tecnologias, de acordo com Lavecchia.

Normas da ANS

De acordo com o autor do requerimento para realizar a reunião, deputado Dr. Ubiali (PSB-SP), a Agência Nacional de Saúde (ANS) tem baixado normas que inviabilizam alguns prestadores de serviços de saúde.

O diretor de Normas e Habilitação da ANS, Alfredo Cardoso, afirmou que a crise financeira teve reflexos no caixa das operadoras. Além disso, observou, a epidemia de gripe A aumentou os custos dos planos de saúde.

Cardoso avaliou que o plano de recuperação das cooperativas da ANS tem sido um “instrumento relevante” para a solução de problemas financeiros. Faz parte do plano, explicou, a ampliação do prazo para que elas cumpram as exigências da ANS, como margem de solvência — tamanho do patrimônio exigido para suportar o seu nível de atividade.

Segundo o diretor da ANS, 50% das cooperativas médicas foram liquidadas, entre elas as Unimeds de Salvador e de São Paulo.

Fonte: Agência Câmara - 16/12/09

Share

Comment function is not open