Categorias

Arquivo

Tweets

Parceiros

FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile + FacCred O FacMobile cria a conexão perfeita entre as instituições financeiras e seus associados/clientes. Uma fe...
FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

Com o FacPlan, você tem as ferramentas que precisa para  aperfeiçoar o relacionamento com os clientes, reduzir custos e melhorar seu...
FacCred - Software para Instituições Financeiras

FacCred - Software para Instituições Financeiras

O FacCred é um software integrado de gestão empresarial ERP, desenvolvido para automatizar de forma flexível, segura e altamente ...
Ouvidorias  - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Ouvidorias - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Você sabe o que é a RN 323? A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) determina através da Resoluç&atil...
ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

  A Troca de Informações na Saúde Suplementar - TISS foi estabelecida como um padrão obrigatório para as tro...
Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Seguindo uma forte tendência na área de produtos e serviços de TI para empresas, a Fácil Informática está ofe...
 FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

O seu software vira outro tipo de sistema quando você mais precisa? Auge das vendas, equipes a todo vapor e na hora H ele não funciona c...
A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A  sua agência de turismo opera câmbio vende/compra moeda ou cartão pré-pago de viagem?   O Banco Central do Bra...
FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

O FacGeo é uma ferramenta desenvolvida para o atendimento à Resolução Normativa (NR) 285 da ANS, que permite a divulga&cce...

Crise mundial deve pressionar mudanças na saúde

A saúde suplementar está em crise há anos e a atual crise financeira mundial irá acelerar o processo de mudança do modelo existente hoje no Brasil. 

Essa é a opinião do diretor Geral do Grupo Nossa Senhora de Lourdes, Fábio Sinisgalli, que também coordena o módulo de Saúde Suplementar do 14º Congresso Latino-Americano de Serviços de Saúde (ClasSaúde), evento que acontece de 2 a 4 de junho, em São Paulo, durante a Hospitalar 2009.

Para Sinisgalli, em longo prazo, o sistema suplementar será inoperante, pois, em sua opinião, o modelo atual não se sustenta. De acordo com ele, prestadores e operadoras não conseguem encontrar e implantar soluções comuns.

O empresário credita à crise da saúde suplementar a três fatores: o modelo de remuneração existente, o fee for service; o impedimento legal para que os hospitais brasileiros busquem capital estrangeiro; e a pesada carga tributária.

Para ele, “quanto mais se faz, mais se recebe”, o que acaba gerando uma grande utilização dos planos e desequilíbrio às operadoras. Em paralelo, os hospitais entram numa concorrência desleal com as empresas de saúde que levantam capital internacional.

Por fim, há a questão tributária, já que os hospitais filantrópicos e beneficentes, que disputam o mercado suplementar em igualdade com os lucrativos, têm várias isenções. De acordo com Sinisgalli, quase um terço do total de receitas do hospital lucrativo é consumido com tributos.

Quanto à crise financeira mundial, um dos temas que serão debatidos durante o ClasSaúde, o empresário acredita que a saúde já está sendo afetada, por exemplo, pela alta do dólar.

Sinisgalli analisou três meses anteriores e igual período após o início da crise mundial e detectou um aumento de 13% em órteses, próteses e materiais especiais. Este aumento, conforme afirmou, terá impacto na saúde.

A falta de crédito é outro problema sério, principalmente para as empresas que dependem de capital, linhas de leasing, financiamento para o crescimento e o desenvolvimento tecnológico. De acordo com o diretor, sem crédito, a situação fica paralisada, uma vez que quem vinha em processo de crescimento já adiou os planos.

Em contrapartida, grandes conglomerados e empresas sólidas, que têm capital à disposição, veem na crise uma oportunidade de expansão, já que as aquisições ficam mais fáceis, segundo acredita Fábio Sinisgalli.

Apesar da expectativa de aumento do desemprego, a questão não é um fator que preocupa o diretor do Grupo Nossa Senhora de Lourdes. Na sua visão, o mercado suplementar no Brasil é promissor e, em épocas de incerteza, a utilização dos serviços de saúde aumenta.

Ele afirma, no entanto, que o mundo não será o mesmo após a atual crise financeira. Ele acredita que todos os setores irão repensar seus modelos e que a saúde deve fazer o mesmo. Para ele, essa crise traz oportunidade de verificar o que é inviável, o que pode ser agregado e deve levar o setor a pensar diferente.

O diretor do NSL citou, ainda, o turismo em saúde no Brasil como uma excelente oportunidade de negócios, principalmente em razão da crise mundial. Para entrar nesse novo cenário, a governança corporativa é um modelo de gestão fundamental, na opinião de Fábio Sinisgalli.

Segundo ele, quando você trabalha com investidores, é necessário que haja um modelo de gestão transparente, organizado e que o processo sucessório esteja definido.


Fonte: Plurall - 31/03/09

Share

Comment function is not open