Categorias

Arquivo

Tweets

Parceiros

FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

Com o FacPlan, você tem as ferramentas que precisa para  aperfeiçoar o relacionamento com os clientes, reduzir custos e melhorar seu...
FacCred - Software para Instituições Financeiras

FacCred - Software para Instituições Financeiras

O FacCred é um software integrado de gestão empresarial ERP, desenvolvido para automatizar de forma flexível, segura e altamente ...
Ouvidorias  - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Ouvidorias - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Você sabe o que é a RN 323? A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) determina através da Resoluç&atil...
ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

  A Troca de Informações na Saúde Suplementar - TISS foi estabelecida como um padrão obrigatório para as tro...
Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Seguindo uma forte tendência na área de produtos e serviços de TI para empresas, a Fácil Informática está ofe...
 FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

O seu software vira outro tipo de sistema quando você mais precisa? Auge das vendas, equipes a todo vapor e na hora H ele não funciona c...
A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A  sua agência de turismo opera câmbio vende/compra moeda ou cartão pré-pago de viagem?   O Banco Central do Bra...
FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

O FacGeo é uma ferramenta desenvolvida para o atendimento à Resolução Normativa (NR) 285 da ANS, que permite a divulga&cce...
Fácil Informática no Sinplo 2014

Fácil Informática no Sinplo 2014

A 9ª edição do SINPLO - Simpósio Internacional de Planos Odontológicos e Feira de Negócios para as operado...

Prontuário eletrônico pode salvar o setor de saúde

Enquanto a medicina diagnóstica avançou bastante no uso de recursos tecnológicos, a chamada medicina clínica ou de atendimento, pouco se utilizou disso. Ao constatar que o problema da saúde no Brasil corre o risco de se tornar uma doença crônica, governos e iniciativa privada estão se unindo para melhorar o processo de atendimento e transformar o modelo reativo atual para um sistema preventivo.

Estamos falando de saúde pública, principalmente, mas também de saúde privada e toda a cadeia envolvida no processo. Cadeia essa composta não só por hospitais, clínicas e seguradoras, mas também por grupos empresariais e indústrias, como o setor automotivo, que gastam fortunas no tratamento de seus funcionários.

A saúde está na ordem do dia do novo governo Obama, nos Estados Unidos e muitos apostam que não será diferente nos países da América Latina. O Brasil já foi um país de jovens, a população está envelhecendo e ficando doente. Se não for tratada de forma preventiva, o preço a pagar será mais alto. Custo que a Europa e o próprio Estados Unidos já conhecem bem.

Por ironia do destino, o fato do setor de saúde no Brasil não ter investido tanto em TI, é visto hoje pelos fornecedores de soluções e serviços como uma grande vantagem. O fato de estar partindo do zero evita o desafio de lidar com um legado, muitas vezes oneroso e complexo. Sem falar nos processos de integração de sistemas, o que no setor público se transforma em uma grande dor de cabeça.

Na opinião de Carlos Eduardo Nogueira, country manager da Intersystems, especializada na oferta de soluções de gestão para o setor de saúde, partir do zero em termos de gestão clínica é hoje uma vantagem do setor no País. Segundo ele, mesmo o segmento privado, que investiu em soluções de gestão empresarial, os chamados ERPs, avançou pouco ou quase nada no que ele chama de gestão clínica. No caso da saúde pública então, nem se fala.

O prontuário eletrônico é considerado o passo fundamental para um processo de gestão clínica eficiente. Isso implica em armazenamento e acesso a dados em tempo real e de forma segura, tanto por parte dos hospitais e clínicas, quanto pelos pacientes. É a saúde também se rendendo ao mundo da comunicação em rede. A partida está sendo dada em várias frentes, tanto no setor público, quanto privado. E embora exista um descompasso nesses tempos, o que se espera no futuro é uma integração dos dois mundos.

O desafio não é só dos hospitais, clínicas, seguradoras e governo, mas também dos fornecedores de soluções e serviços. Primeiro porque estamos falando de soluções especializadas. Segundo porque o grande “comprador” dessas soluções não é a área de TI apenas, mas principalmente a área usuária, isto é, médicos que dirigem a gestão clínica e hospitalar.

Em terceiro e último lugar, o famoso “efeito Tostines” argumentado pela indústria de TI ainda hoje, de que são poucas as soluções especializadas porque o setor de saúde também investe pouco em TI, corre o risco de não se justificar. O segmento de saúde no Brasil tem a chance de tornar-se, da mesma forma que o setor financeiro, um usuário de ponta e com soluções de TIC inovadoras e de excelência reconhecida mundialmente.

Fonte: Plurall - 03/02/09

Share

Comment function is not open