Categorias

Arquivo

Tweets

Parceiros

Sua empresa já se preparou para os impactos da LGPD?

Sua empresa já se preparou para os impactos da LGPD?

Live interativa e gratuita: 22 de outubro de 2020, das 14h30 às 16h. Clique para saber mais.
FacCred - Software para Instituições Financeiras

FacCred - Software para Instituições Financeiras

O FacCred é um software integrado de gestão empresarial ERP, desenvolvido para automatizar de forma flexível, segura e altamente ...
FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

Com o FacPlan, você tem as ferramentas que precisa para  aperfeiçoar o relacionamento com os clientes, reduzir custos e melhorar seu...
Ouvidorias  - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Ouvidorias - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Você sabe o que é a RN 323?A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) determina através da Resolução...
FacRegulação

FacRegulação

Configuração de múltiplos fluxos de regulação.
FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile + FacCredO FacMobile cria a conexão perfeita entre as instituições financeiras e seus associados/clientes. Uma ferramen...
A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A  sua agência de turismo opera câmbio vende/compra moeda ou cartão pré-pago de viagem? O Banco Central do Brasil ...

OCB pede R$ 4 bilhões para capital de giro

O presidente da OCB, Márcio Lopes de Freitas, estima que sejam necessários cerca de R$ 4 bilhões para garantir o giro destas organizações pelos próximos seis meses. Para tanto, além dos R$ 700 milhões que deverão ser aprovados na quinta, dia 29, pelo Conselho Monetário Nacional, a OCB vai pleitear mais recursos. O dinheiro é necessário para as cooperativas apoiarem a comercialização da colheita.

O presidente da entidade explicou que estão sendo negociados mais R$ 2 bilhões junto ao Tesouro Nacional, para a integralização das cotas-parte pelos cooperados. Com isso, haveria injeção de capital suprindo os recursos que foram destinados ao caixa das cooperativas. Também está sendo discutida a utilização de créditos tributários do PIS e da Cofins, da ordem de R$ 4,8 bilhões, para o pagamento de outros tributos, para reduzir a pressão sobre o caixa das associações.

Ao fazer as projeções para a situação do mercado em 2009, Freitas disse que o cenário global não mudou, porque a disponibilidade de alimentos no mundo é inferior à demanda, com isso vai seguir o consumo dos estoques e, com isso, deverá continuar a reação nos preços das principais commodities: soja, milho, e outras. “Os mercados vão retomar o fôlego e quando a safra começar a ser comercializada a liquidez vai melhorar”, completou.

Fonte: Portal do cooperativismo - 28/01/09

Related

Share