Categorias

Arquivo

Tweets

Parceiros

FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile + FacCred O FacMobile cria a conexão perfeita entre as instituições financeiras e seus associados/clientes. Uma fe...
FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

Com o FacPlan, você tem as ferramentas que precisa para  aperfeiçoar o relacionamento com os clientes, reduzir custos e melhorar seu...
FacCred - Software para Instituições Financeiras

FacCred - Software para Instituições Financeiras

O FacCred é um software integrado de gestão empresarial ERP, desenvolvido para automatizar de forma flexível, segura e altamente ...
Ouvidorias  - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Ouvidorias - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Você sabe o que é a RN 323? A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) determina através da Resoluç&atil...
ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

  A Troca de Informações na Saúde Suplementar - TISS foi estabelecida como um padrão obrigatório para as tro...
Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Seguindo uma forte tendência na área de produtos e serviços de TI para empresas, a Fácil Informática está ofe...
 FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

O seu software vira outro tipo de sistema quando você mais precisa? Auge das vendas, equipes a todo vapor e na hora H ele não funciona c...
A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A  sua agência de turismo opera câmbio vende/compra moeda ou cartão pré-pago de viagem?   O Banco Central do Bra...
FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

O FacGeo é uma ferramenta desenvolvida para o atendimento à Resolução Normativa (NR) 285 da ANS, que permite a divulga&cce...

Projeto obriga Planos de Saúde cobrir lista do CID

O deputado José Riva (PP) apresentou ao Pleno da Casa de leis, projeto que obriga as empresas privadas que atuam na prestação de plano, seguro saúde e cooperativas médico-hospitalares a garantirem atendimento a todas as enfermidades relacionadas nas Classificações Internacionais de Doenças (CID) da Organização Mundial de Saúde (OMS). O projeto de lei tramita na Assembléia Legislativa (AL/MT) na Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social e deve ir à pauta de discussão na próxima semana.


De acordo com a matéria, todos os procedimentos sem cobertura entram na lista de atendimento. As empresas da área ficam impedidas de impor restrições quantitativas ou de qualquer natureza e o não cumprimento da medida sujeitará os infratores à multa de R$ 10 mil, para cada caso apurado, aplicando-se o dobro em caso de reincidência.


Estatísticas comprovam que o atendimento à saúde no país é de calamidade. Faltam leitos e medicamentos, os salários são baixos, profissionais desmotivados, fraudes e desvios são uma constante. O deputado Riva considera que a relação empresa/usuário tem que mudar. “Aproveitando-se dessa situação, algumas empresas que operam diretamente ou intermedeiam os serviços de saúde, obrigam o consumidor a aceitar cláusulas contra­tuais abusivas e injustas. Na prática, alguns cobram valores altíssimos e excluem do atendimento, as doenças com tratamento de alto custo; dificultam a autorização de exames mais sofisticados e nunca exibem planilhas de custo”, disse.


Essas exclusões, observa Riva, acarretam as situações corriqueiras em que um consumi­dor procura um médico conveniado para tratamento e recebe como resposta que só é possível tratar uma parte de suas enfermidades, pois o resto não está coberto pelo convênio. Esse consumidor, então, via de regra, terá de recorrer ao sistema público de saúde.


Conforme a Resolução nº. 1401, de 11 de novembro de 1993, as empresas que operam com plano e seguro saúde são obrigadas a garantir atendimento a todas as enfermidades relacionadas no Código Internacional de Doenças. Porém, essa resolução ainda é objeto de impugnações por parte das empresas de saúde. Essas empresas alegam que o Conselho Federal de Medicina (CFM) não teria competência para obrigar os planos de seguros saúde a não excluir enfermidades de seus contratos. Ainda que se admita a procedência do argumento lançado pelas empresas de saúde no que se refere ao Conselho de Medicina, bastante distinta é a posição do Poder Legislativo, pois a Constituição Brasileira declara em seu artigo 197: são de relevância pública as ações de serviços de saúde cabendo ao Poder Público dispor dos termos da lei sobre sua regulamentação, fiscalização e controle, devendo sua execução ser feita diretamente ou através de terceiros e, também, por pessoa física ou jurídica de direito privado. (O Documento)

Fonte: Unidas.org

Share

Comment function is not open