Categorias

Arquivo

Tweets

Parceiros

FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

Com o FacPlan, você tem as ferramentas que precisa para  aperfeiçoar o relacionamento com os clientes, reduzir custos e melhorar seu...
FacCred - Software para Instituições Financeiras

FacCred - Software para Instituições Financeiras

O FacCred é um software integrado de gestão empresarial ERP, desenvolvido para automatizar de forma flexível, segura e altamente ...
Ouvidorias  - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Ouvidorias - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Você sabe o que é a RN 323? A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) determina através da Resoluç&atil...
ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

  A Troca de Informações na Saúde Suplementar - TISS foi estabelecida como um padrão obrigatório para as tro...
Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Seguindo uma forte tendência na área de produtos e serviços de TI para empresas, a Fácil Informática está ofe...
 FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

O seu software vira outro tipo de sistema quando você mais precisa? Auge das vendas, equipes a todo vapor e na hora H ele não funciona c...
A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A  sua agência de turismo opera câmbio vende/compra moeda ou cartão pré-pago de viagem?   O Banco Central do Bra...
FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

O FacGeo é uma ferramenta desenvolvida para o atendimento à Resolução Normativa (NR) 285 da ANS, que permite a divulga&cce...
Fácil Informática no Sinplo 2014

Fácil Informática no Sinplo 2014

A 9ª edição do SINPLO - Simpósio Internacional de Planos Odontológicos e Feira de Negócios para as operado...

Empresa ganha mais 10 dias para pagar impostos federais, anuncia Mantega

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou nesta quinta-feira que as empresas terão mais 10 dias para realizar o pagamento dos impostos federais. De acordo com ele, a medida significa um "alívio" para as companhias, que vão contar com mais capital de giro para enfrentar o momento de turbulência econômica

 

Fazem parte da lista: o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), a Contribuição para o financiamento da seguridade social (Cofins) e o PIS que terão data de vencimento alterada do dia 15 para 25; e o Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) e a Contribuição para a previdência que passam do dia 10 para 20.

De acordo com Mantega, não poderia ser dado um prazo ainda maior, pois o impacto nas contas públicas seria muito alto. "E o Brasil precisa cumprir seu superávit primário", disse.

O ministro também comentou que esta medida visa atacar "problemas imediatos" e que, em um segundo momento, o governo criará uma política anticíclica "para impedir que o nível de atividade econômica caia no País".

Ele destacou que parte desse novo pacote contará com uma política monetária que visará reduzir o custo financeiro das operações para empresas. O ideal, de acordo com o ministro, seria manter a expansão do crédito entre 15 a 20% ao ano, valor inferior ao dos anos passados, mas suficiente para evitar uma queda da economia, uma vez que "com interrupção, a retomada é mais difícil".

Mantega ainda garantiu recursos para as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e programas sociais, o que estimularia a atividade econômica.

Setor automotivo

Mantega disse que o Banco do Brasil vai criar uma linha de crédito de R$ 4 bilhões para financiar pequenos bancos das montadoras de veículos, responsáveis pelos financiamentos junto aos consumidores. De acordo com ele, o valor, somado à possibilidade do socorro desses pequenos bancos por instituições maiores, viabilizado através da medida provisória 442 e liberação dos compulsório, o setor manteria suas vendas até dezembro.

"Esse valor é suficiente para manter o setor automotivo até novembro e dezembro. O suficiente para ultrapassar a crise de crédito no País"

 Fonte: Valor online

Share

Comment function is not open