Categorias

Arquivo

Tweets

Parceiros

FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile + FacCred O FacMobile cria a conexão perfeita entre as instituições financeiras e seus associados/clientes. Uma fe...
FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

Com o FacPlan, você tem as ferramentas que precisa para  aperfeiçoar o relacionamento com os clientes, reduzir custos e melhorar seu...
FacCred - Software para Instituições Financeiras

FacCred - Software para Instituições Financeiras

O FacCred é um software integrado de gestão empresarial ERP, desenvolvido para automatizar de forma flexível, segura e altamente ...
Ouvidorias  - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Ouvidorias - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Você sabe o que é a RN 323? A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) determina através da Resoluç&atil...
ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

  A Troca de Informações na Saúde Suplementar - TISS foi estabelecida como um padrão obrigatório para as tro...
Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Seguindo uma forte tendência na área de produtos e serviços de TI para empresas, a Fácil Informática está ofe...
 FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

O seu software vira outro tipo de sistema quando você mais precisa? Auge das vendas, equipes a todo vapor e na hora H ele não funciona c...
A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A  sua agência de turismo opera câmbio vende/compra moeda ou cartão pré-pago de viagem?   O Banco Central do Bra...
FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

O FacGeo é uma ferramenta desenvolvida para o atendimento à Resolução Normativa (NR) 285 da ANS, que permite a divulga&cce...

Banco Central ajusta nova regra de compulsório para depósitos a prazo

Brasília - Um dia depois de reduzir a quantidade de dinheiro que os bancos têm de recolher, o Banco Central (BC) reeditou a circular que flexibilizou as regras para o recolhimento compulsório. Agora, os bancos não poderão comprar de volta as carteiras de crédito vendidas para outras instituições.

De acordo com o BC, a reedição da circular, feita no final da tarde de hoje (3), não aumentará a injeção de recursos na economia além dos R$ 23,5 bilhões anunciados anteriormente. Segundo a autoridade monetária, o ajuste nas normas apenas aperfeiçoa o controle sobre o cumprimento das exigências.

Atualmente, os bancos são obrigados a recolher 15% dos depósitos a prazo e 45% dos depósitos a vista em títulos públicos.  Ontem (2), o Banco Central autorizou as instituições financeiras a
deduzir do compulsório sobre os depósitos a prazo as carteiras de crédito adquiridas de outras instituições. O abatimento, no entanto, está limitado a 40% dessa fatia de 15%.

O benefício, porém, só vale para quem comprar carteiras de bancos com patrimônio de referência de até R$ 2,5 bilhões. O objetivo, conforme o BC, é fornecer mais liquidez às instituições pequenas e médias.

Nas últimas duas semanas, o Banco Central havia anunciado outras medidas para diminuir as restrições no crédito provocadas pelo agravamento da crise nos Estados Unidos e na Europa. Além de leiloar US$ 1 bilhão para fornecer mais liquidez aos bancos, o BC
adiou o prazo para o recolhimento de compulsório para operações de leasing.

A autoridade monetária também aumentou, de R$ 100 milhões para R$ 300 milhões, o total que pode ser deduzido do compulsório adicional dos depósitos à vista, a prazo e na caderneta de poupança recolhidos em espécie. Essas duas últimas medidas, conforme o BC, injetaram R$ 13,2 bilhões na economia.

Fonte: agenciabrasil.com

Share

Comment function is not open