Categorias

Arquivo

Tweets

Parceiros

FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile + FacCred O FacMobile cria a conexão perfeita entre as instituições financeiras e seus associados/clientes. Uma fe...
FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

Com o FacPlan, você tem as ferramentas que precisa para  aperfeiçoar o relacionamento com os clientes, reduzir custos e melhorar seu...
FacCred - Software para Instituições Financeiras

FacCred - Software para Instituições Financeiras

O FacCred é um software integrado de gestão empresarial ERP, desenvolvido para automatizar de forma flexível, segura e altamente ...
Ouvidorias  - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Ouvidorias - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Você sabe o que é a RN 323? A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) determina através da Resoluç&atil...
ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

  A Troca de Informações na Saúde Suplementar - TISS foi estabelecida como um padrão obrigatório para as tro...
Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Seguindo uma forte tendência na área de produtos e serviços de TI para empresas, a Fácil Informática está ofe...
 FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

O seu software vira outro tipo de sistema quando você mais precisa? Auge das vendas, equipes a todo vapor e na hora H ele não funciona c...
A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A  sua agência de turismo opera câmbio vende/compra moeda ou cartão pré-pago de viagem?   O Banco Central do Bra...
FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

O FacGeo é uma ferramenta desenvolvida para o atendimento à Resolução Normativa (NR) 285 da ANS, que permite a divulga&cce...

Luiz Trabuco faz avaliação positiva da lei da regulação da saúde suplementar

O presidente da Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde), Luiz Carlos Trabuco Cappi, afirmou, durante o 2º Seminário Internacional de Regulação da Saúde Suplementar, que começou nesta segunda-feira, no Rio de Janeiro, que a Lei 9656, que regulamenta o setor de saúde suplementar e que completa 10 anos de promulgação nesta terça-feira, 3, representa um marco para o setor de medicina supletiva, porque veio ordenar as relações entre os agentes envolvidos. Mas, lembrou, isso não significa que os debates que precederam a adoção da lei encerraram-se.

Luiz Trabuco foi o primeiro palestrante a se apresentar no evento promovido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), cuja solenidade de abertura contou com a presença do Ministro da Saúde, José Gomes Temporão e reuniu cerca de mil participantes. Em seu discurso, o ministro Temporão destacou que apesar de todas as dificuldades da implementação da lei 9656, houve um grande avanço da medicina suplementar a partir de seu advento. "O principal desafio para os próximos anos será a criação de um sistema nacional de saúde", afirmou.

Na avaliação do presidente da FenaSaúde, a lei deve continuar sendo discutida pelo mecanismo que tem dentro da sociedade, e a merecer atenção para resultar na criação de um sistema perene e que satisfaça a todos os usuários e operadores do mercado. "Um modelo em que apenas um lado ganha e outros perdem, prejudica a todos", afirmou o presidente da FenaSaúde. Na sua opinião, a construção de um sistema de saúde suplementar não deve englobar apenas uma agenda de curto prazo, mas sim buscar o equilíbrio de toda a cadeia.

Nesse sentido, Luiz Trabuco destacou que a realidade dos custos precisa estar refletida nos preços dos produtos. Para ele, o esforço de todo o setor será atender as expectativas dos usuários e a uma remuneração dos prestadores de serviços e operadoras de saúde adequada. Luiz Trabuco acredita que a busca de equilíbrio será a grande virtude para construir a sustentabilidade do setor. E a virtude, segundo ele, está no centro.

Fonte: plurall.com.br

Share

Comment function is not open