Categorias

Arquivo

Tweets

Parceiros

FacCred - Software para Instituições Financeiras

FacCred - Software para Instituições Financeiras

O FacCred é um software integrado de gestão empresarial ERP, desenvolvido para automatizar de forma flexível, segura e altamente ...
FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

Com o FacPlan, você tem as ferramentas que precisa para  aperfeiçoar o relacionamento com os clientes, reduzir custos e melhorar seu...
Ouvidorias  - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Ouvidorias - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Você sabe o que é a RN 323?A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) determina através da Resolução...
FacRegulação

FacRegulação

Configuração de múltiplos fluxos de regulação.
FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile + FacCredO FacMobile cria a conexão perfeita entre as instituições financeiras e seus associados/clientes. Uma ferramen...
A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A  sua agência de turismo opera câmbio vende/compra moeda ou cartão pré-pago de viagem? O Banco Central do Brasil ...
 FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

O seu software vira outro tipo de sistema quando você mais precisa?Auge das vendas, equipes a todo vapor e na hora H ele não funciona com...
FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

O FacGeo é uma ferramenta desenvolvida para o atendimento à Resolução Normativa (NR) 285 da ANS, que permite a divulga&cce...

Temporão prega integração de plano de saúde com SUS

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, reconheceu hoje, no Rio, que o setor de saúde suplementar ainda tem muitos desafios a enfrentar, "principalmente na integração com o sistema público de saúde". Temporão participou da abertura do 2º Seminário Internacional de Regulação da Saúde Suplementar, que comemorou os dez anos da Lei 9.666, que instituiu a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que hoje regula o setor.

Para ele, a legislação estruturou o sistema, por meio da criação de uma política de qualidade e acompanhamento da saúde financeira das operadoras. Mas ainda há muito a ser feito. Até outubro, deverá ser implementado o novo sistema de informática, que tornará ágil o processo de ressarcimento ao Sistema Único de Saúde (SUS) pelas operadoras. É que, pela lei, as empresas devem pagar ao SUS quando um beneficiário usa o sistema público. Atualmente, o ato é burocratizado e o governo, raramente, consegue receber.

"Com essa nova metodologia, estimamos dobrar o volume de recursos, passando para R$ 200 milhões por ano. Depois, vamos ver a questão do tratamento ambulatorial porque, até então, vamos trabalhar apenas a questão hospitalar", detalhou. Num primeiro momento, o sistema será adotado apenas para ressarcir o SUS pelas internações, cirurgias, transplantes e procedimentos de alta complexidade. Os atendimentos em policlínicas, ambulatoriais e de urgência e emergência passarão a ser cobrados depois.

Fonte: plurall.com.br

Related

Share