Categorias

Arquivo

Tweets

Parceiros

FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile + FacCred O FacMobile cria a conexão perfeita entre as instituições financeiras e seus associados/clientes. Uma fe...
FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

Com o FacPlan, você tem as ferramentas que precisa para  aperfeiçoar o relacionamento com os clientes, reduzir custos e melhorar seu...
FacCred - Software para Instituições Financeiras

FacCred - Software para Instituições Financeiras

O FacCred é um software integrado de gestão empresarial ERP, desenvolvido para automatizar de forma flexível, segura e altamente ...
Ouvidorias  - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Ouvidorias - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Você sabe o que é a RN 323? A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) determina através da Resoluç&atil...
ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

  A Troca de Informações na Saúde Suplementar - TISS foi estabelecida como um padrão obrigatório para as tro...
Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Seguindo uma forte tendência na área de produtos e serviços de TI para empresas, a Fácil Informática está ofe...
 FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

O seu software vira outro tipo de sistema quando você mais precisa? Auge das vendas, equipes a todo vapor e na hora H ele não funciona c...
A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A  sua agência de turismo opera câmbio vende/compra moeda ou cartão pré-pago de viagem?   O Banco Central do Bra...
FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

O FacGeo é uma ferramenta desenvolvida para o atendimento à Resolução Normativa (NR) 285 da ANS, que permite a divulga&cce...

Plano de saúde pode incluir remédios

Hoje os planos só são obrigados a custear os medicamentos prescritos durante a internação hospitalar Os planos de saúde devem incluir a cobertura do custo dos medicamentos prescritos por médicos e utilizados em tratamento domiciliar, conforme estabelece texto do senador Augusto Botelho (PT-RR) apresentado como substitutivo a projeto de lei da senadora Lúcia Vânia (PSDB-GO). Este é o primeiro item da pauta que a Comissão de Assuntos Sociais (CAS) analisa esta semana.

Previsto como um plano de assistência farmacêutica exclusiva na proposta da senadora, o benefício foi inserido por Augusto Botelho entre as coberturas já garantidas em lei sob o argumento de que "a assistência à saúde inclui os medicamentos necessários à manutenção da qualidade de vida do paciente".

O projeto de Lúcia Vânia (PLS 277/04) tramita em conjunto com outros três e prevê a oferta de planos de saúde com coberturas menos amplas, buscando reduzir seus custos e torná-los mais acessíveis à população. A mesma intenção é observada no PLS 187/02, do ex-senador Sebastião Rocha. O relator avalia, no entanto, que o objetivo deve ser "a garantia integral da atenção à saúde, na qual não ocorrem a interrupção e a segmentação do cuidado".

Ao tornar obrigatória a cobertura de medicamentos utilizados sob supervisão de um profissional de saúde, o projeto de Tião Viana (PLS 44/04) também revela interesse na integralidade da assistência à saúde. Em sua análise, Augusto Botelho lembra a obrigatoriedade, já prevista na Lei dos Planos de Saúde (9.656/98), da cobertura dos medicamentos prescritos pelo médico durante a internação hospitalar e destaca a ampliação desse benefício.

Segundo Luiz Carlos Pelizari Romero, consultor do Senado especializado na área de saúde, a inclusão da assistência farmacêutica nos planos já vinha sendo defendida pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), pela CPI dos Planos e Seguros de Saúde, que funcionou na Câmara dos Deputados em 2003, e pela Conferência Nacional sobre Assistência Farmacêutica, realizada em 2004.
O consultor explica que os usuá-rios serão ressarcidos, no caso das seguradoras de saúde, pelo dinheiro gasto com medicamentos receitados por médicos. Se for um plano de saúde contratado, o consumidor terá direito ao medicamento através de farmácias conveniadas.

Fonte: Plurall.com.br

Share

Comment function is not open