Categorias

Arquivo

Tweets

Parceiros

FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile – Sua empresa na palma da mão

FacMobile + FacCred O FacMobile cria a conexão perfeita entre as instituições financeiras e seus associados/clientes. Uma fe...
FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

Com o FacPlan, você tem as ferramentas que precisa para  aperfeiçoar o relacionamento com os clientes, reduzir custos e melhorar seu...
FacCred - Software para Instituições Financeiras

FacCred - Software para Instituições Financeiras

O FacCred é um software integrado de gestão empresarial ERP, desenvolvido para automatizar de forma flexível, segura e altamente ...
Ouvidorias  - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Ouvidorias - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Você sabe o que é a RN 323? A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) determina através da Resoluç&atil...
ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

  A Troca de Informações na Saúde Suplementar - TISS foi estabelecida como um padrão obrigatório para as tro...
Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Seguindo uma forte tendência na área de produtos e serviços de TI para empresas, a Fácil Informática está ofe...
 FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

O seu software vira outro tipo de sistema quando você mais precisa? Auge das vendas, equipes a todo vapor e na hora H ele não funciona c...
A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A  sua agência de turismo opera câmbio vende/compra moeda ou cartão pré-pago de viagem?   O Banco Central do Bra...
FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

O FacGeo é uma ferramenta desenvolvida para o atendimento à Resolução Normativa (NR) 285 da ANS, que permite a divulga&cce...

Carência em contratos de plano de saúde pode ser proibida

A Câmara analisa o Projeto de Lei 1942/07, do deputado Beto Faro (PT-PA), que proíbe as operadoras de planos e seguros de saúde de exigir carência dos usuários. O objetivo é evitar prejuízos à saúde dos clientes, ao assegurar direito a cobertura para todos os problemas de saúde.

De acordo com a Agência Câmara, a carência é o período que o cliente paga pelo serviço, mas não tem direito a cobertura das despesas médicas. Alguns contratos estipulam um período mínimo de três a seis meses, por exemplo, para a realização de cirurgias ou tratamentos mais caros.

Para o deputado, a exigência é descabida. "Nada nos parece mais injusto e sem razão, pois ninguém adoece porque quer e, se adoece, deve ter seu direito assegurado para receber uma atenção condigna e ter acesso aos exames, procedimentos e tratamentos exigidos", explica Beto Faro.

Na avaliação do deputado, estabelecer prazos de carência nos contratos "é uma medida que ignora a imprevisibilidade da doença e apenas serve para a acumulação de lucros em detrimento da obrigação contratual de fornecer atendimento".

Exceção
O projeto considera exceção os casos de doenças preexistentes, visto que o usuário, ao contratar o serviço já está ciente de seu estado. Assim, não existe o princípio da imprevisibilidade.

"Nossa intenção é de resguardar, nesse caso, o direito da operadora de não ser alvo de pessoas inescrupulosas que, sabendo-se doentes, contratem um plano apenas para usufruir do direito ao atendimento por alguns meses, até que realize sua cirurgia ou tratamento. Essa prática poderia causar grandes prejuízos às empresas e inviabilizá-las economicamente", ressalva.

A proposta tramita em conjunto com o PL 4076/01, que inclui consultas e exames de caráter preventivo na cobertura obrigatória dos planos. Antes de ser analisado em plenário, o projeto passará pelas comissões de Comissão de Seguridade Social e Família; e Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Plurall.com.br

Share

Comment function is not open