Categorias

Arquivo

Tweets

Parceiros

FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

FacPlan - Software para Operadora de Plano de Saúde

Com o FacPlan, você tem as ferramentas que precisa para  aperfeiçoar o relacionamento com os clientes, reduzir custos e melhorar seu...
FacCred - Software para Instituições Financeiras

FacCred - Software para Instituições Financeiras

O FacCred é um software integrado de gestão empresarial ERP, desenvolvido para automatizar de forma flexível, segura e altamente ...
Ouvidorias  - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Ouvidorias - Sua operadora já está atendendo aos requisitos da ANS?

Você sabe o que é a RN 323? A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) determina através da Resoluç&atil...
ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

ANS disponibiliza arquivos da versão 3.02.00 do Padrão TISS

  A Troca de Informações na Saúde Suplementar - TISS foi estabelecida como um padrão obrigatório para as tro...
Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Computação em Nuvem: Solução para seu banco de dados e servidor

Seguindo uma forte tendência na área de produtos e serviços de TI para empresas, a Fácil Informática está ofe...
 FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

FacCard - Sistema eficiente para Administradoras de Cartões

O seu software vira outro tipo de sistema quando você mais precisa? Auge das vendas, equipes a todo vapor e na hora H ele não funciona c...
A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A sua agência de Turismo está atendendo as exigência do Banco Central?

A  sua agência de turismo opera câmbio vende/compra moeda ou cartão pré-pago de viagem?   O Banco Central do Bra...
FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

FacGeo - Divulgue sua rede assistencial e atenda à RN 285

O FacGeo é uma ferramenta desenvolvida para o atendimento à Resolução Normativa (NR) 285 da ANS, que permite a divulga&cce...
Fácil Informática no Sinplo 2014

Fácil Informática no Sinplo 2014

A 9ª edição do SINPLO - Simpósio Internacional de Planos Odontológicos e Feira de Negócios para as operado...

Governo fará ranking dos planos de saúde

A ANS (Agência Nacional de Saúde) e o Ministério da Saúde apresentaram esta semana um programa de qualificação da saúde suplementar – uma espécie de ranking das empresas do setor. A lista não servirá para punição das empresas, mas para informar o consumidor sobre o desempenho dos planos de saúde. O resultado da primeira pesquisa será divulgado em fevereiro. "Queremos permitir que o consumidor seja mais informado ao optar por um plano ou ao trocá-lo. Além disto, vamos estimular a concorrência entre as empresas do setor", disse o ministro Humberto Costa. Pelo projeto apresentado no Rio, será criado um índice de desempenho das operadoras, composto por quatro itens: dados de atenção à saúde, que terá o maior peso, de 50%, econômico-financeiros (30%), estruturais-operacionais (10%) e satisfação do beneficiário (10%). "A intenção é buscar um diferencial e o aprimoramento do setor. Apesar de formarmos um ranking, a nossa intenção não é punir ninguém. Apenas dar subsídios aos consumidores", disse o diretor-presidente da agência, Fausto Pereira dos Santos, que havia prometido a elaboração do programa desde a sua posse. O anúncio, que contou com Santos e o ministro, foi feito na tarde de hoje no Hotel Glória, zona sul do Rio de Janeiro. Os índices adotados no programa são variados -nacionais e internacionais, atos normativos da ANS, definições técnicas e indicadores do SUS (Sistema Único de Saúde). Na atenção à saúde, por exemplo, as empresas serão avaliadas pelo número de atendimentos durante a gravidez e por internações por infarto agudo do miocárdio. No quesito econômico-financeiro, a pesquisa levará em conta indicadores como endividamento e imobilização do patrimônio líquido. No dados de estrutura e operação, o ranking usará, por exemplo, o índice de ressarcimento e o tempo relativo de permanência do beneficiário. No quesito satisfação do beneficiário, as reclamações dos consumidores a ANS e aos Procons terão peso na pesquisa. A implantação será feita em três fases. A primeira, que já apresentará os resultados em fevereiro, levará em conta 23 indicadores. A segunda usará 42 quesitos. A terceira contará com 56. A intenção da ANS é apresentar a última fase do ranking em, no máximo, dois anos. A própria ANS passará a ser avaliada em quesitos como a satisfação dos consumidores dos planos de saúde e a articulação com outros órgãos do governo. "Acredito que assim o mercado poderá competir de uma forma mais saudável", disse Costa. (Gazeta Web)

Share

Comment function is not open